Para aquela que é a melhor parte de mim

Eu sempre odiei te ver chorando. Não importa o motivo, eu simplesmente odeio te ver chorando. Um dia, quando éramos bem pequenininhas, te vi chorando, mas não sabia o que fazer para te ver rir, daí te falei assim: “Vai, limpa em mim esse choro, porque eu sou um lencinho de papel”. E você começou a gargalhar com essa piada horrível, parou de chorar, me abraçou e limpou seus olhinhos no meu moletom.

Aí eu descobri que isso te faria rir e passei a fazer essa brincadeira toda vez que te via chorando. Mas sempre que eu brincava assim, ficava pensando que um dia você não iria mais rir dessa piada boba, e aí eu não iria mais conseguir te fazer parar de chorar.

Outro dia eu estava deitada no meu quarto e ouvi quando você chegou em casa chorando porque havia brigado com o namorado.

Fiquei tão brava que saí do seu quarto dizendo que ele não fazia ideia da mulher que ele tinha ao lado dele, e que eu ia falar poucas e boas pra ele. Fui até meu quarto, abri o chat de conversa com ele, escrevi um textão e quando terminei, parei pra pensar se devia ou não enviar.

Comecei a pensar em mim mesma, porque embora eu tenha um lado maluco, na maioria das vezes me esforço para ser ponderada e racional. Aí eu percebi que algumas pessoas simplesmente não estão preparadas para outras e não adianta tentar explicar ou justificar algo, porque quando alguém não está preparado pra outra pessoa, o melhor mesmo é seguir em direções opostas pra deixar que o destino cuide do resto.

Aí eu apaguei o textão. Levantei da minha cama, fui até a porta do seu quarto e disse: Conversa com ele. E se ele te fizer chorar outra vez, ele vai ter que se ver comigo.

Eu posso não ter mais uma piada boba pra te fazer rir, mas você sabe que eu sempre estarei por aqui com um lencinho na mão, uma porção de piadas ruins para te fazer esquecer dos problemas bobos, sorvete de chocolate, e a coragem de peitar qualquer pessoa que te machucar por não enxergar a pessoa incrível que você é.

E eu sei que não sou a pessoa mais corajosa do mundo. Eu sei que ao mesmo tempo que eu não tenho medo de barata, eu morro de medo de ficar só. Mas fico toda valente para cuidar de você, porque você cuida de mim. Você é a minha metade, é minha vida, e eu não consigo me imaginar sem você, porque é você quem me dá tudo aquilo que eu não tenho, para ser uma pessoa melhor.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s