Para aquele que causa arrepios

Ah, como essa carta é secreta… Eu queria te dizer tanta coisa que seria um grande erro contar que o destinatário é você.

No fundo, essa carta vai muito bem endereçada. Ela vai com olhos nos olhos, mordida de lábio, sorriso malicioso. Essa carta vai tão certa e tão errada, que ter ou não ter seu nome, é um mero detalhe.

Essa carta, vai só pra dizer que eu sempre vou te devorar com os olhos, mesmo se o assunto for sério. E que cada mensagem sua, me faz lembrar de como seu beijo tem gosto de primeira e também de última vez.

Dizer que torço secretamente para que uma dessas suas mensagens cheias de declarações de amizade, sejam um pedido cautelosamente enganado para me ver. E que esse engano nos leve não só ao nascer do sol, como à uma rotina clichê de pipoca, netflix e pernas enroscadas todas as noites.

Você precisa saber que não é qualquer um. E mesmo que nós todos estejamos predispostos a (vez ou outra), escolher um “qualquer” para dividir o que temos de melhor, você não faz parte desse babacas que eu já cometi o erro de entregar meu coração. Que você é o cara certo, que eu tive a sorte de ter por perto tantas vezes.

Preciso te dizer que da última vez que nos encontramos, talvez você tenha pensado que eu estava debochando dos seus sentimentos, e tenha ultrapassado alguns limites, mas eu sequer sabia que você me queria tanto quanto eu queria você, e juro que se soubesse, era a sua mão que eu estaria segurando para apresentar como meu namorado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s